Páginas

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Poesia e mar...






«Uma língua é o lugar donde se vê o mundo e em que se traçam os limites do nosso pensar e sentir. Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.»

Vergílio Ferreira











Fonte: Instituto Camões

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

"PERALTAS E SÉCIAS” de MARCELINO MESQUITA Maria Lalande e os grandes actores

 ENTRADA LIVRE!

 

 



Textos do Trindade


Ciclo de leituras e conversas sobre as obras que subiram ao palco do Trindade neste 150 anos

"PERALTAS E SÉCIAS” de MARCELINO MESQUITA
Maria Lalande e os grandes actores no Trindade

Convidado Rui Mendes


27 Set. | 18h30 | Salão Nobre do Teatro da Trindade

Nas primeiras temporadas no Trindade da Companhia Rey Colaço-Robles Monteiro subiu à cena esta divertida peça, que era um sucesso garantido. Num elenco de luxo brilhavam Maria Lalande, Robles Monteiro, Amélia Rey Colaço, António Vilar, Palmira Bastos, Álvaro Benamor, Mariana Rey Monteiro e Curado Ribeiro


"Textos do Trindade", uma parceria SPAUTORES, TEATRO DA TRINDADE, com coordenação de Tiago Torres da Silva.


terça-feira, 19 de setembro de 2017

Pinte uma parede sem ser preso



Se quer dar uma de graffiter, fique a saber que pode pintar uma parede sem ter problemas com as autoridades. Isto, claro, se pintar no sítio certo. Inspire-se a olhar para os painéis da Galeria de Arte Urbana, na Calçada da Glória e no Largo do Oliveirinha, com a exposição ao ar livre “Cântico Negro”, do colectivo de artistas urbanos RUA. Depois, pegue nas latas e comece a pensar em fazer o seu próprio mural. Ou pelo menos uns rabiscos. É perto do Largo, na Travessa do Fala-Só, que encontra duas paredes de “pintura livre”. Vai reparar nelas facilmente, já que estão cheias de tags e frases ao acaso, pintadas umas em cima das outras. No fim, tire uma foto à sua obra de arte, até porque mais cedo ou mais tarde alguém vai tapá-la.
Travessa do Fala-Só (perto do Elevador da Glória)
                                                                                                   Fonte: Time Out Lisboa