Páginas

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

C O N S U L T Ó R  I O    L I N G U  Í S T I C O

Este é o teu espaço. 
O objetivo é o de, semanalmente, lançarmos aqui um desafio de natureza linguística, promovendo a língua portuguesa. A responsabilidade de falarmos e de escrevermos com correção é de todos, razão pela qual devemos suscitar esta reflexão.
Participa! Queremos que toda a comunidade educativa participe: alunos, professores, auxiliares de ação educativa e encarregados de educação. Queremos uma Escola Secundária de Fonseca Benevides a falar e a escrever mais e melhor!

DESAFIO DA SEMANA 
- de 3 a 7 de outubro - 


Diz-se "Obrigado" ou "Obrigada"?!


A melhor resposta será publicada no blogue da Biblioteca Escolar, na plataforma do moodle e no placar destinado a este efeito [3.º piso, junto à biblioteca]. Devem enviar as vossas respostas para o seguinte e-mail: linguisticoconsultorio@gmail.com (até ao dia 7 de outubro).


"Faz da tua vida em frente à luz"



 Faz da tua vida em frente à luz
Um lúcido terraço exacto e branco,
Docemente cortado
Pelo rio das noites.
Alheio o passo em tão perdida estrada
Vive,sem seres ele, o teu destino.
Inflexível assiste
À tua própria ausência.
                                                
                                                                                    Os poemas sobre Pessoa Sophia M.B. Andresen

terça-feira, 27 de setembro de 2016

V.S. Naipaul: Quero sempre acabar um livro. É como defino a minha carreira: acabo livros.


 Não precisamos de ideias para desfazer o mundo, mas que reforcem o afeto que temos pelo mundo.”






O Nobel da Literatura fechou a primeira noite do FOLIO, o festival literário de Óbidos. Numa entrevista conduzida por José Mário Silva, Naipaul falou do sofrimento que muitas vezes a escrita envolve.



“Não sei se era isto que querias saber…”

A resposta foi dada vezes sem conta. Aos 84 anos, V.S. Naipaul não ganhou um novo amor pelas entrevistas, muito pelo contrário. Continua a detestá-las tanto quanto detestava há 59 anos, quando lançou o primeiro livro, The Mystic Masseur. E o jornalista José Mário Silva, a quem coube conduzir a entrevista desta quinta-feira no FOLIO, sabia disso. Sentado na ponta de uma mesa estreita, parecia inseguro e a voz saia-lhe trémula. Não é que tivesse “feito um voto de silêncio” como o pai de Willie Somerset, personagem do romance de Naipaul Uma Vida Pela Metade, que fez questão de lembrar. Não, José Mário Silva estava apenas “sem palavras” por estar perante uma “figura como Vidiadhar Surajprasad Naipaul”.


V.S. Naipaul nasceu em 1932 em Trinidad e Tobago. Ansioso por se libertar da prisão que considerava ser a sua própria família, saiu de Trinidad assim que pôde, instalando-se em Inglaterra. Estudou em Oxford e trabalhou como jornalista para a BBC (...)"


Saiba mais: http://observador.pt/2016/09/23/v-s-naipaul-quero-sempre-acabar-um-livro-e-como-defino-a-minha-carreira-acabo-livros/


  Fonte: "Observador"   23 de Setembro de 2016

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Participe, viva Lisboa, com muita frescura...

4ª edição da Regata de Barquinhos a Remos


Ar livre
24 set/16
 


O dia 24 de setembro afigura-se pois como uma data histórica onde todos poderão mostrar o seu inegável valor - incompreensivelmente nunca valorizado - numa regata onde o vencedor ganha uma taça de enormes dimensões e onde à partida, com os remos, com as mãos, com os pés, com toda a espécie de artifícios por Deus - relembramos que o lago tem 80 cm de profundidade - tudo vale para chegar à primeira posição.
As inscrições são gratuitas, a entrada é livre, todos podem assistir ou participar, bastando que para isso que se apresentem no lago do campo grande a partir das 14 horas ou se inscrevam em (regatabarquinhosremos@gmail.com). A vantagem da inscrição é que partem em posição mais destacada em relação aos outros participantes. Há bebidas no recinto e isto deve querer dizer alguma coisa.

                                                                                  Fonte: Agenda Cultural de Lisboa

Excelente sugestão cultural...





No âmbito das Jornadas Europeias do Património, o Museu Nacional do Azulejo e a Junta de Freguesia da Penha de França promovem no próximo fim de semana um leque variado de atividades, que vão desde pintura de um painel de azulejo, visitas guiadas ou um concerto de acordeão.
A participação em qualquer uma das atividades depende de inscrição que pode ser feita por telefone ou e-mail.

Lisboa vai ter mais 150 quilómetros de ciclovias até 2018





O Sistema de Bicicletas Públicas Partilhadas será implementado no próximo ano.

A cidade de Lisboa vai contar com mais 150 quilómetros de ciclovias, que irão "atravessar a cidade toda, transversalmente", e que devem estar disponíveis até 2018, anunciou hoje o vereador da Estrutura Verde da Câmara de Lisboa. 

Ao intervir na conferência "Mobilidade sustentável em Lisboa", José Sá Fernandes afirmou que "no primeiro semestre de 2017 muita da rede principal estará concluída", admitindo que "algumas zonas poderão saltar para final de 2017 ou mesmo início de 2018".Estes 150 quilómetros juntam-se aos 60 já existentes na cidade, e abrangerão o eixo marginal, eixo Benfica-Braço de Prata, o Eixo Central, Olivais, a circular exterior do concelho e, ainda, o eixo Alcântara-Luz (...).
                                                                   Fonte: "Diário de Notícias" de 23-09-2016 

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Mais uma novidade literária, oferta de um livro de poemas fantástico, disponível na nossa BE.




Um grande obrigada,  ao professor Paulo Sousa.


O FOLIO está chegar...



2ª edição do festival


 
 

2.ª Conferência do Plano Nacional de Cinema ˗ 2016-17

 
 
 
 

| 8 de outubroCinemateca Portuguesa-Museu do Cinema |

Entre Espaços: a Escola e o Cinema

No início do ano letivo 2016-2017 considera-se oportuno fazer um balanço sobre a implementação do Plano Nacional de Cinema (PNC), refletir sobre a (s) experiência (s) adquirida (s) e, simultaneamente, perspetivar caminhos que devem ser traçados no novo ano letivo.

Neste contexto, vai ter lugar a 2.a Conferência  «Entre Espaços: a Escola e o Cinema», no dia 8 de Outubro, com o objetivo de dar voz a responsáveis de instituições culturais e educativas, cineastas e docentes, contribuindo para o debate sobre a formação de públicos de cinema em contexto educativo, valorizando o ato de ver cinema enquanto arte, e ouvindo as experiências de diversas personalidades e artistas neste âmbito. (...)

 
O prazo de inscrições decorre entre 12 e 28 de setembro.
Programa
Inscrição online

 





sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Mil livros para Pitões. Já enviou o seu?







A iniciativa “Um livro para Pitões” tem como objectivo constituir uma biblioteca em Pitões das Júnias, promovendo a literatura, a cultura.
Como participar:
Pretende-se que todos enviem pelo menos um livro novo ou em bom estado, para a Junta de Freguesia de Pitões das Júnias e que o número de livros enviados atinja os 1.000 exemplares até 25 de Dezembro de 2016. Esta não será uma data limite para a iniciativa, será somente um incentivo para se consiga dar uma grandiosa prenda de Natal a Pitões das Júnias, às suas gentes e em especial às suas crianças.
Esta iniciativa tem uma página na rede social facebook aqui.
Envio de livros para:
Junta de Freguesia de Pitões das Júnias
Largo do Eiró, n.º 3
5470-370 Pitões das Júnias – Montalegre
No envelope devem indicar “Um Livro para Pitões!”
Divulguem a ideia e vamos enviar “Um Livro para Pitões”! Não se esqueçam de tirar uma fotografia ao livro que enviarem e de a fazer chegar à página do evento no facebook!

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Guia sobre o uso sem riscos da Internet, para mães e pais









         

          Este guia foi criado com os seguintes objetivos:
  • Informar os pais das crianças sobre as possibilidades oferecidas pelas novas tecnologias de informação e comunicação, bem como fornecer conteúdo e apontar os desafios que serão úteis na sua relação com os menores.
  • Alertar para os riscos das tecnologias de informação e comunicação sem infundir fobias tecnológicas. Obter a confiança através da aquisição de conhecimento.
  • Conscencializar a população sobre a utilidade do conhecer, praticar e fomentar o uso seguro da tecnologia. Promover práticas seguras e hábitos saudáveis ​​na Internet.
  • Aprender estratégias para enfrentar os principais riscos inerentes ao acesso às tecnologias da informação e da comunicação.
                                                                                                          Fonte: Blogue da RBE


Narrativas das experiências docentes com o uso de tecnologias na educação







O livro “Narrativas de experiências docentes com o uso de tecnologias na educação ‘básica’”, organizado pelas professoras doutoras Adriana Barroso de Azevedo (Universidade Metodista de São Paulo) e Maria da Conceição Passeggi (Universidade Federal do Rio Grande do Norte) apresenta questões importantes e de grande atualidade ao abordar a temática do uso de tecnologias no campo da educação, focalizando de modo especial a educação básica. Os textos compõem um conjunto coerente, constituído por narrativas produzidas por docentes sobre o uso de meios digitais em suas práticas pedagógicas. Fruto da experiência de pesquisa-formação desenvolvida pela professora Adriana Barroso de Azevedo em curso de extensão na Universidade Metodista de São Paulo, o livro consegue abordar e refletir sobre experiências muito diversificadas no uso de Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC), permitindo que sejam visualizadas novas formas assumidas na prática pedagógica com a utilização dos mesmos. São inúmeros os usos e as ferramentas analisados nas experiências relatadas, sugerindo ao leitor possibilidades várias de alternativas pedagógicas que não é possível reproduzir aqui. (...)

Profa. Dra. Zeila de Brito Fabri Demartini - Programa de Pós-graduação em Educação Universidade Metodista de São Paulo

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Bem-vindos ao novo Ano Letivo 2016-2017




 

Em cada “começar” há um encanto,
uma vontade crescente de ultrapassar barreiras, superando, firmemente, os nossos limites…