Páginas

terça-feira, 31 de maio de 2016

Não fechem os olhos, pois é mesmo real! "É assim que fica o nosso corpo sob o efeito de canábis"


O consumo de substâncias psicoativas e de ‘erva’ - como a canábis – tem um impacto direto no nosso corpo. O vídeo abaixo explica como.




O consumo de canábis tem sido um tema abordado a nível mundial, mas o consenso tarda em chegar. Um lado da discussão a salientar os seus efeitos benéficos a nível medicinal e o outro lado a alertar para o risco de vício e consequências a nível mental do uso recorrente desta ‘erva’. 
 
Mas, independentemente do uso da canábis, o seu efeito no corpo é real e o Buzz Feed revela o que realmente acontece quando uma pessoa está sob o efeito desta droga.
Num vídeo publicado este domingo, e que conta já com quase dois milhões de views, a publicação norte-americana aborda de forma direta o que é a canábis e o que faz ao homem. 
Comecemos pelos ingrediente. O THC (tetrahidrocanabinol) e o CBD (canabidiol) são os principais componentes e os responsáveis pela ativação dos centros de prazer no cérebro. Estas substâncias fazem com que a pessoa se sinta feliz, relaxada e com a cabeça limpa, o que leva a que a perceção das coisas não seja a mais correta e o sentido de tempo não seja real. 
À conta destes componentes, o consumo de canábis aumenta o apetite por alimentos menos saudáveis, altera a visão periférica e deixa os olhos mais vermelhos e raiados. O consumo de um a três doses de canábis por dia aumenta o risco de cancro no pulmão, além se ter efeitos diretos no cérebro (tanto a nível de processamento de informação, como a nível de memória). O ritmo cardíaco pode ainda acelerar em 20/25 batimentos por minuto. Nos homens, o consumo desta ‘erva’ reduz ainda a quantidade e a qualidade do esperma.

Fonte: Lifestyle Droga Há 21 Horas POR Daniela Costa Teixeira

segunda-feira, 30 de maio de 2016

O escritor Raduan Nassar ganha o Prémio Camões 2016


Vencedor do Prémio Camões 2016, o escritor brasileiro Raduan Nassar recusou-se hoje a comentar a atribuição do galardão e, à Lusa, disse apenas: "Peço desculpa mas não vou falar".






Para saber mais: https://www.noticiasaominuto.com/cultura/597343/raduan-nassar-surpreendido-com-distincao-mas-recusa-comentar
Fonte: Notícias ao Minuto


quarta-feira, 25 de maio de 2016

Pop up: há livros que saltam na Biblioteca Nacional

Uma nova exposição em Lisboa (para ver até ao dia 9 de setembro) conta a história do livro pop up, objecto tridimensional que agora vive uma segunda idade de ouro.

O "Pinocchio", de Harold Lentz, 1932


Verdadeiramente fascinantes pela engenharia de papel, manufactura exigente e capacidade sugestiva da imaginação de crianças e adultos, os livros pop-up alcançaram na última década uma sofisticação espampanante, que a par e passo parece desafiar-se a si mesma para alcançar resultados ainda mais surpreendentes, empurrando para a mais longínqua e tosca pré-história os seus antepassados, os livros “mecânicos” seiscentistas ou alguns livros infantis do tempo da Rainha Vitória. Fala-se de uma segunda idade de ouro.


Fonte: Jornal Observador

terça-feira, 24 de maio de 2016

Feira do Livro abre quinta-feira com número recorde de pavilhões




Entre as novidades deste ano, Pedro Pereira da Silva, diretor técnico da Feira, uma organização da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL), destacou a criação de uma aplicação móvel "Feira do Livro de Lisboa", disponível para Android e iOS. Esta aplicação gratuita permite ao utilizador aceder ao mapa do certame, pesquisar autores, títulos e a sua disponibilidade por editor, saber os autores presentes, apresentações de livros e os "livros do dia".

                                                          Fonte: Notícias ao Minuto 
                                                 

Brasil e Portugal lançam acervo online de bibliotecas nacionais






Conhecer o acervo da Biblioteca Nacional de Portugal, incluindo originais da Torre do Tombo, que guarda arquivos históricos das navegações e da chegada dos portugueses ao Brasil, em Lisboa, já é possível sem precisar cruzar o Oceano Atlântico. Por meio de uma parceria com a Biblioteca Nacional, o acervo das duas instituições está sendo digitalizado e colocado à disposição do público na internet. São milhares de títulos dos dois países, incluindo jornais e revistas, que podem ser acessados a qualquer hora do dia, de qualquer lugar do mundo. A expectativa é atrair cerca de 100 mil acessos por mês (...).

Para ler +: http://www.mundolusiada.com.br/cultura/brasil-e-portugal-lancam-acervo-online-de-bibliotecas-nacionais/

Fonte: Jornal "Mundo Lusíada"

Novidade! Apps para dispositivos móveis: manual para professores, formadores e bibliotecários.


apps.png

Repositório digital da Universidade de Coimbra


Autor:  Carvalho, Ana Amélia Amorim
Data:  Dez-2015
Editora:  Ministério da Educação. Direção-Geral da Educação
URI:  http://hdl.handle.net/10316/31202
ISBN:  978-972-742-398-9

Link:  https://estudogeral.sib.uc.pt/jspui/handle/10316/31202

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Lisboa vai ter 300 bicicletas para partilhar a partir da Primavera

 
 
 
O início da próxima Primavera é a data agendada para a entrada em funcionamento do primeiro sistema de partilha de bicicletas em Lisboa, que disporá de 300 máquinas prontas a pedalar junto à zona ribeirinha entre o Parque das Nações e a Fundação Champalimaud, em Algés.
 
 


Fonte: Pedais.PT

Aproveite o sol e conheça os trinta melhores quiosques de Lisboa




                             Link: http://www.lisbonlux.com/magazine/quiosques-lisboa.HTML


                                                                                                                         Fonte: Lisbon Lux

Lisboa vai ter um frigorífico solidário para quem tem fome

 
 

terça-feira, 17 de maio de 2016

Na nossa BE, encontra um dos melhores livros de 2014.


Leitura recomendada pela professora Sara Monteiro.

"Livro Fantástico"

 
 
 
 
Sinopse: Pasquale é um italiano sonhador. Tem 20 anos, vive numa aldeia costeira no mar da Ligúria, é dono do hotel local. Está na praia no dia em que uma inesperada hóspede chega de barco. É uma americana alta, frágil, de uma beleza aparentemente banal. Vai caminhando hesitante pelo cais, aproxima-se, até que se vira e o olha de frente. E o seu rosto, visto no ângulo certo, é o rosto perfeito. E o momento, aquele momento - perceberá Pasquale mais tarde -, vai durar uma vida inteira. Desde a primeira página, percebemos que A Bela Americana é um romance invulgar. Porque nos dá a ler um diário perdido, de cortar o coração. Porque nos fala de um músico vergado ao álcool e desesperado por se reencontrar. Porque nos revela um Richard Burton torturado pelo amor de Elisabeth Taylor nas filmagens de Cleópatra. E porque todas essas personagens, tão imperfeitas, tão impossivelmente românticas, estão misteriosamente ligadas umas às outras. E todas elas existem apenas porque, um dia, a bela americana desapareceu sem deixar rasto. E porque um italiano sonhador, passado meio século, cruzou o Atlântico na esperança de a reencontrar. Jess Walter assina aqui o seu melhor romance até à data. Traduzido em 28 países, A Bela Americana foi incluído na selecção de Melhores Livros do Ano.

“Museus em Movimento” Apanhe boleia durante a Noite Europeia dos Museus


Museus em Movimento é o nome da iniciativa da DGPC em parceria com a Volkswagen Veículos Comerciais.
As duas rotas de transporte têm início no Marquês de Pombal e irão passar pelos 11 museus aderentes.
Iniciativa criada para fomentar o interesse pelos Museus.



 



Saiba +: http://www.patrimoniocultural.pt/pt/agenda/atividades-diversas/museus-em-movimento-apanhe-boleia-durante-noite-europeia-dos-museus/

Poesia no Museu 2016



No dia 25 de maio,  haverá mais uma sessão, no âmbito do ciclo de Poesia no Museu Nacional da Música, que consiste em conferências várias, ilustradas com leitura de poemas, sobre poetas ou assuntos relacionados com poesia.

As sessões duram aproximadamente 60 minutos e decorrem no Museu da Música às quartas-feiras, sempre às 19h00, com entrada livre.

Próximo: 25 de maio: Pedro Madeira sobre Bernardim Ribeiro





Organização:
Museu Nacional da Música
Local:
Museu Nacional da Música, Lisboa

Dia dos Museus celebrado com entradas gratuitas e programas culturais


 
 
 



sexta-feira, 13 de maio de 2016

Sugestão musical...

 

ENTRADA LIVRE: Concerto de órgão | Igreja de São Vicente de Fora | 14 de Maio, sábado, 17h | classe de órgão da Escola Superior de Música de Lisboa

 
 

Lisboa: as primeiras imagens (raras) da Ponte 25 de Abril






 
                                                                                                                             Fonte: Observador

Cinema europeu pede clemência para cineasta condenado a 223 chicotadas

Mais de 30 grandes entidades cinematográficas europeias apelaram hoje ao Governo do Irão para conceder clemência a um jovem cineasta iraniano condenado a 223 chicotadas no país.
 


Keywan Karimi, de 30 anos, arranjou problemas com os Guardas Revolucionários iranianos por causa de um documentário que filmou chamado ‘Writing on the City’ (‘Escrevendo na Cidade’) sobre 'graffiti' na capital, Teerão.

Para saber+: http://www.noticiasaominuto.com/cultura/587650/cinema-europeu-pede-clemencia-para-cineasta-condenado-a-223-chicotadas

                                                                                                 Fonte: Notícias ao Minuto

Primeiro álbum da guitarrista Marta Pereira da Costa lançado hoje

O primeiro álbum de Marta Pereira da Costa chega hoje ao mercado nacional e, com ele, a guitarrista pretende dar "outras respirações à guitarra portuguesa, quer enquanto solista, quer como instrumento acompanhador, não a restringindo ao fado".

 
 
 
Fonte: Notícias ao minuto

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Cai a Chuva Abandonada






Cai a Chuva Abandonada

Cai a chuva abandonada
à minha melancolia,
a melancolia do nada
que é tudo o que em nós se cria.

Memória estranha de outrora
não a sei e está presente.
Em mim por si se demora
e nada em mim a consente

do que me fala à razão.
Mas a razão é limite
do que tem ocasião

de negar o que me fite
de onde é a minha mansão
que é mansão no sem-limite.
Ao longe e ao alto é que estou
e só daí é que sou.

Vergílio Ferreira, in 'Conta-Corrente 1'

Roteiro para ver as 10 obras de Vhils em Lisboa

Arranca, esta sexta-feira, uma exposição com os melhores trabalhos do artista plástico português.




Ler mais:  http://www.nit.pt/article/05-06-2016-roteiro-para-ver-as-11-obras-de-vhils-em-lisboa/05-05-2016-vhils/lx-factory

terça-feira, 10 de maio de 2016

Lisboa capital ibero americana 2017

 
Receção de candidaturas até 6 de junho de 2016
 

 

Escritor angolano Ondjaki venceu o Prix Littérature-Monde 2016

 

 

O angolano Ondjaki venceu o Prix Littérature-Monde 2016, pela obra “Os transparentes” (edição Caminho em Portugal), na categoria literatura não francesa, com o haitiano Makenzy Orcel, a vencer em literatura francesa.

Ondjaki e Orcel recebem o prémio, no valor pecuniário de 3.000 euros para cada um dos distinguidos, no próximo sábado, em Saint-Malo, na Bretanha, no nordeste de França, na abertura do 27.º Festival Etonnants Voyageurs.
 
 
Fonte: Diário Digital
 

quinta-feira, 5 de maio de 2016

A melhor definição da nossa língua...




Uma Língua para o Mundo...






                                                                         Fonte: Instituto Camões

Hoje é o Dia da Língua Portuguesa e da Cultura na Comunidade de Países de Língua Portuguesa!

Vão realizar-se cerca de 200 eventos em 58 países, com o apoio ou por iniciativa da rede do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P.




Saiba mais:

Em 2016 as celebrações do Dia da Língua Portuguesa e da Cultura na CPLP, a 5 de maio, realizam-se em cerca de cinco dezenas de países, com o apoio ou por iniciativa da rede do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P.
Esta data comemorativa foi instituída a 20 de julho de 2009, por resolução da XIV Reunião Ordinária do Conselho de Ministros da organização, realizada na Cidade da Praia, Cabo Verde.
 Esta decisão fundamenta-se no facto de a língua portuguesa constituir, entre os povos da comunidade, “um vínculo histórico e um património comum resultantes de uma convivência multissecular que deve ser valorizada”.
Em diversas cidades do mundo onde o Dia da Língua Portuguesa e da Cultura na CPLP vai ser assinalado, as celebrações, que assumem expressões diversas, são organizadas conjuntamente pelas embaixadas e representantes dos países da CPLP aí presentes.
                                                                                                        Fonte: Instituto Camões

Reino Unido: Português torna-se idioma oficial da International Publishers Association.

 
 
 
A Língua Portuguesa foi aprovada por unanimidade como um dos oito idiomas oficiais da International Publishers Association. A medida foi proposta conjuntamente pela Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL), durante a Assembleia Geral da IPA, realizada em Londres.Em português, o nome oficial da IPA passa a ser União Internacional de Editores. A IPA, que completa 120 anos em 2016, tendo sido fundada em 1896, em Paris, congrega 60 associações nacionais e regionais do mercado editorial, de 50 países da África, Ásia, Oceania, Europa, América do Sul e a do Norte.
Com sede em Genebra, Suíça, representa internacionalmente a indústria editorial.
 
                                                                                                                   Fonte: Instituto Camões

terça-feira, 3 de maio de 2016

Três de maio, dia do Sol, fonte de vida...


Pegue num bom livro e frua os melhores raios de sol que a vida lhe oferece...

Livros sobre rodas...


Em maio de 1958,  a Fundação Calouste Gulbenkian arrancava com as bibliotecas itinerantes, um dos seus projetos mais importantes. As itinerantes percorriam o país, chegando a locais onde anteriormente o contacto com o livro e a leitura eram praticamente inexistentes.
 
Ao longo dos 44 de existência as bibliotecas sobre rodas da Gulbenkian emprestaram cerca de 97 milhões de livros a 29 milhões de leitores.
As carrinhas desligaram os motores em 2002 mas a Fundação mantém o apoio às bibliotecas escolares e públicas, promove concursos e dinamiza projetos ligados ao livro e à leitura.

 





Fonte:"Perdidonal da Noite" SIC


 


Mais um final de tarde inesquecível, com "As voltas dos Livros"...

 
No dia 3 de fevereiro de 2016, sem quaisquer vestígios de "Suor no Rosto", as "palavras" do poeta João Reis deixaram saudades.
 
Com ou sem suor, queremos muitas mais...
 

 
 
 
 

 


 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
para além dos olhos...